gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O defeito dos supostos "experts" de Linux
Contribuído por npf em 19-03-02 10:30
do departamento feature-ou-bug-:)
Linux Anonimo Cobarde escreve "Caros amigos, apesar de não ser um fã acérrimo de Linux, acredito que tenha um grande potencial de crescimento e de desenvolvimento, e acredito, inclusivamente, que um dia se tornará o SO de eleição da maioria do Mundo. Infelizmente a minha experiência com o Linux não é grande (até por falta de tempo), mas continuo a deparar-me com o mesmo tipo de problemas de há anos atrás, entre o qual enuncio o mais flagrante e que (segundo a minha opinião) condena mais a implantação/crescimento do Linux. Certos tipos de utilizadores já nascem ensinados, e como têm um QI superior pensam que é degradante explicar coisas básicas e simples, quer seja no gildot, quer seja no irc ou em qualquer outro local, físico ou não.


Depois ainda perguntam "como é possível alguém usar o winXP e não o RH ou Suse ou lá o quer for"... É simples: se tiver uma dúvida em Win, com dois ou três cliques (na sua generalidade) resolvo-o, enquanto se tiver um problema em Linux, basta-me postar qualquer coisa e levar com uma série de flames em cima ou então ler um pequeno manual ou How-To, na sua generalidade muito elucidativos. É triste para mim ver que certas mentes que (felizmente) têm uma grande facilidade de aprendizagem e de manuseamento do sistema não consigam "rebaixar-se" para ajudar os outros... os simples mortais que como eu apenas usam os computadores para aquilo que necessitam, e não fazem deles nem trabalho nem objecto de investigações. O que para uns é fácil pode ser um bicho de sete cabeças para outros, e tem de partir de vocês, sabedores e dominadores das tecnologias a iniciativa para a resolução de problemas. De qualquer maneira, fica aqui um obrigado para todos os que de alguma forma me ajudaram a ultrapassar etapas complicadas e um grande bem haja para todos aqueles que, sem nenhuma recompensa monetária se esforçam para o desenvolvimento de um software open-source e bug-free (almost, como no wallpaper do KDE :) ). Já agora, podem ver este artigo que demonstra de um lado a tentativa de um amigo dos newbies e do outro um apologista do RTFM e do bota-abaixo dos newbies...! That's Life! "

Mandrake 8.2 is Out There! | Preemptible kernel patches  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • este artigo
  • Mais acerca Linux
  • Também por npf
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Isso não é verdade (Pontos:3, Interessante)
    por MavicX em 19-03-02 11:14 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    É claro que a curva de aprendizagem do linux é mais lenta do que no windows, e existem dificuldades para os iniciados. Mas existe montes de formas de obter ajuda. O gildot não é o local apropriado para exclarecer essas duvidas,existem outros forums mais apropriados como o startux.org , no IRC passa-se a mesma coisa por exemplo na rede PTnet existe o canal #linux em que normalmente não se responde a duvidas mas tems o canal #linuxhelp (onde estou muitas vezes) onde se responde a todo o tipo de duvidas, desde o que é o linux até configurar o LDAP.

    Sim é verdade que ás vezes há muitas respostas tipo RTFM , mas isso tem a ver mais com a cultura de facilitismo de algums users que vem do windows que querem a papa toda feita e não estão para lêr meia duzia de linhas. Já passei por situações em que perferem dar root ao helper do que eles próprios fazerem o que tou a dizer. É claro que assim nunca apredem nada se não procurem resolver as coisas um bocado por eles próprios.

    Olha por mais expert que uma pessoa seja niguem sabe muitas das coisas de côr, principalmente syntaxes de comandos e opções. Muitas vezes tenho eu proprio de lêr o man e procurar num howto ou no google para dizer á pessoa que me pergunta, porque é que não vão eles procurar no man ou no howto, em vez de eu procurar, as vezes é frustante, não só eu perco tempo como eles ficam a saber o mesmo se lhe der a papa toda, e na proxima vez fazem a mesma pergunta.

    Eu sei que é mais facil perguntar do que procurar e lêr, mas se lermos o man ou um howto na proxima vez já temos uma ideia do que estamos a fazer e é assim que se evolui no linux.


    Pedro Esteves

    Lei do Mercado. (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 19-03-02 11:15 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://linuxfreesite.com/~nunoleitao/

        Mais uma vez (nao me calo com esta) a lei do mercado aplica-se. Nao encontras respostas para o que estas a tentar fazer, acabas por nao gostar de Linux porque nao faz as coisas como gostarias -- nao usas.

        O que nao podes fazer e' esperar que alguem te de uma resposta magica -- e se alguem manda bocas ao facto de nao conseguires fazer x ou y, entao so' tens que assumir que ou sao parvos ou estao muito ocupados.

        Best Regards,

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:Lei do Mercado. (Pontos:1)
    por Ludos em 20-03-02 1:35 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Ph34r the busy l33t :P i viva a flame !!!
    --------
    leech to live !
    Transcendental... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por pmsac em 19-03-02 11:27 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    Penso que a questão colocada transcende em muito o mundo Linux. Aplica-se bem a qualquer assunto que gere suficiente interesse para atrair pessoas que praticamente começam do zero relativamente ao mesmo.

    Sou adepto da política RTFM. Não porque não me queira rebaixar a ajudar alguém, ou porque seja "demasiado bom" em qualquer assunto. Sinceramente, _na minha opinião_, é uma política que funciona bem. Ajuda as pessoas a ultrapassar não apenas um problema específico, mas dá-lhes a oportunidade de aprenderem a aprender, e ficarem armados com ferramentas que lhes permitem ultrapassar o mais variado tipo de problemas, mesmo em assuntos não relacionados, e mesmo a ajudar futuramente (se for essa a opção) quem eles acham que precisa/merece - ficariam impressionados com a quantidade de pessoas que não conhece sequer, ou que não usa regularmente, um motor de busca.

    Em termos de arrogância, fico mais impressionado pelas pessoas que praticamente "exigem" ser ajudadas: "Problemas ? Eu não tenho problemas. Ligo-me à Internet e resolvo-os... Vou ao IRC e _obrigo_ alguém a ajudar-me! Procurar as respostas mesmo que muitos outros já tenham passado pelo mesmo ? Isso é perda de tempo. Preciso de respostas JÁ".

    "Light a man a fire, and warm him for a night. Light him on fire, and he'll be warm for the rest of his life". E, tal como no sexo, qual é a piada de resolver o assunto com 2 ou 3 cliques ?
    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)
    Re:Transcendental... (Pontos:1)
    por pmsac em 20-03-02 15:29 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    Desculpa-me se fui pouco claro, estava principalmente a falar das ajudas no IRC, newsgroups, foruns, etc... no entanto, o mesmo princípio pode ser aplicado noutras situações.

    Desconhecendo a particularidade do teu caso, diria que estás a fazer um desfavor a essas pessoas, e 5 minutos pode não parecer muito tempo, mas quantos períodos desses é que não "perdes" ? No total ainda deve dar um tempo jeitoso. Para não falar no facto de estares a fomentar o uso dessa abordagem e, como tal, no incremento dos tais pequenos períodos de tempo perdido.

    Novamente, não conheço o teu caso, por isso pode ser que não se aplique: no meu caso, também onde trabalho, e nas raras dúvidas que me colocam, também respondo "faz assim e assado, talvez seja melhor fazeres aqueleoutro; se quiseres ver melhor procura em ...". Resolve-se o problema, sem grande perda de tempo, e dando pistas para o futuro. Grande parte das dúvidas, no entanto, são das tais que até dá gosto perder um bocadinho de tempo a ver como se resolvem, ou então são colocadas da seguinte forma: "onde é que posso ir buscar documentação sobre isto ?"
    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)
    Sad but true (Pontos:1)
    por JoãoCanhão em 19-03-02 11:38 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Antes que apareçam as flames do costume para este post, quero apenas dizer que estou completamente de acordo com este jovem e que mtas das atitudes de pseudo-gurus que aqui andam são de lamentar. Mas nem tudo é mau, porque tb existe boa gente. A esses que sabem bem quem são, o meu bem-haja.
    onde está o ... (Pontos:3, Informativo)
    por NT em 19-03-02 12:06 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://amiga.L33tz.com
    ... manual ?
    Porque não compras por exemplo um SuSE ? :-)
    Vale cada centavo (agora centimo) que possas gastar. Além de teres uns 8Gb de software em CDs e 2 disquetes tens manuais *em portugês*. Os manuais perfazem mais de 1000 páginas que normalmente tiram 95% das tuas dúvidas concerteza. Acredita que vale o investimento além de contribuíres ao crescimento da comunidade.
    Tens um suporte 24h durante 6 meses, e és atendido (e bem!!!) por pessoas bem diferentes das que mencionaste, tempo esse suficiente penso eu para conseguires lançar-te no mundo Linux sem traumas nem dificuldades.
    Compra a ultima versão (8.0) por exemplo e depois regista-te, faz-me confiança, vais ver que vale a pena :-)
    ... SuSE ou o.... (Pontos:2)
    por mlopes em 19-03-02 12:40 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    .... Mandrake 8.2, é óptimo para newbies, para a maioria dos problemas a documentação que se encontra com mais facilidade (que é sem duvida a documentação para o RedHat) serve perfeitamente, e já agora aproveita e assim ajuda uma distro que apesar de muitos Hardcore Linuxers (hum... não gosto nada da expressão linuxer, dá ideia de pessoal que só vê linux à frente sem sequer querer saber de mais nada, mas não me lembro de uma expressão melhor) desprezarem, tem a sua importância no ambito das distros de linux.

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:... SuSE ou o.... (Pontos:2)
    por NT em 19-03-02 19:44 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://amiga.L33tz.com
    Eu referi o SuSE por ter já tido boa experiência com eles, além de rápidos e simpáticos, nota-se que sabem o que dizem e fazem.
    Não quis de maneira alguma desprezar as outras distribuições :-)
    A última vez que instalei um Mandrake foi na sua versão 7.0 e gostei bastante da instalação naquela altura. Faço ideia que agora esteja bem melhor.
    É de facto também uma distribuição para quem começa e para quem já domina.
    Re:... SuSE ou o.... (Pontos:2)
    por mlopes em 20-03-02 11:14 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Eu não quis insinuar que estivesses a desprezar outras versões, eu próprio, a primeira distribuição de Linux que instalei e utilizei foi o SuSE e gostei bastante, e só mudei para o RedHat, porque na altura sempre que me surgia um problema tinha imensa dificuldade para resolve-lo no SuSE, e no RedHat encontrava com facilidade documentação e pessoal que me ajudava a resolver os problemas.
    No meu desktop faz alguns meses que lhe instalei o Mandrake e gosto bastante, já vem com os desktops com uns menuzinhos todos jeitosos etc..., agora para servidor o Mandrake, na minha opinião é para esquecer, aqueles wizards e utilitários de configuração,que me dão um jeitão no desktop, nos servidores baralham aquilo de tal maneira que nunca se percebe bem o que está a correr ou onde é que se configuram as coisas à mão(em servidores recuso-me a utilizar wizards, sinto-me pouco seguro em relação ao que estará aquilo a fazer e se estará a gerar as opções correctas).

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Offtopic: Qual é a tua comissão ? (Pontos:1)
    por Ludos em 20-03-02 1:37 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Quanto é que ganhas em cada copi do suse que é vendida ? :P
    --------
    leech to live !
    Re:Offtopic: Qual é a tua comissão ? (Pontos:2)
    por NT em 20-03-02 15:31 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://amiga.L33tz.com
    A minha comissão ?
    Zero, nada mesmo. Apenas acho que posso retribuír com alguma publicidade positiva a qualidade e atendimento da SuSE.
    Mas essa foi boa sim hehehe :-)
    Separar Trigo do Joio (Pontos:1)
    por rollerball em 19-03-02 12:14 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Viva!
    Embora só use Linux à cerca de 3 anos, já tive oportunidade de conviver com alguns desses "gurus".
    E a minha principal constatação é que a maior parte deles são "perfeitos idiotas" que dominam algumas tecnologias importantes e se acham superiores aos outros por isso! E o facto de outros lhes pedirem ajuda só lhes enche o ego.
    Claro que não estão dispostos a partilhar esse conhecimento que na opinião deles os faz superiores. Seria contraproducente. E em vez de partilharem dão respostas interessantes para quem domina a tecnologia mas completamente inuteis para quem esta a começar a aprender.
    No entanto, é de realçar que nem todos são assim, e há alguns com um elevado sentido de interajuda e de pedagogia (pq por vezes RTFM é mesmo a melhor resposta :o))! A esses eu e muitos outros devemos muito do que sabemos hoje.
    É tudo uma questão de seleccionar com quem convivemos! É pena ser tão dificil encontrar pessoas com estas caracteristicas

    Rollerball - The world most dangerous game !
    Re:Separar Trigo do Joio (Pontos:2)
    por MavicX em 19-03-02 17:12 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    LOL

    Olha é assim essa coisa de gurus e experts é tanga. Tirando pessoas como o Linus e o Alan e meia duzia de iluminados que estão relacionados com o core do Linux, todos nós andamos a aprender.

    Em Portugal tems meia duzia de pessoas que percebem bastante (muitos deles neste forum) e mesmo assim tem algumas falhas em algumas areas, nunca niguem sabe tudo é impossivel.

    O que tems é as vezes vontade de ajudar de pessoas que passaram pelo mesmo ou tiveram situações parecidas, não quer dizer que saibam tudo ou que tenham incondicionalmente de te ajudar.

    Olha se queres ajuda como deve ser tems duas soluções, compras uma distribuição com suporte técnico ou inscreve-te em mail list especializadas sobre diversas areas do linux. Nao esperes resolver todas as questões no IRC ou em forums.

    Pedro Esteves

    Re:Separar Trigo do Joio (Pontos:1)
    por rollerball em 19-03-02 17:31 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Eu felizmente já passei pela fase em que precisei de orientação.

    E ainda mais felizmente encontrei alguem que só me dava respostas do tipo "RTFM" quando eu merecia.

    Agora isto não invalida nada do que eu disse no meu post anterior.

    E aproveito para fazer-te um elogio porque acho (pelos comentarios teus que vejo em vários foruns) que tens o perfil indicado para orientar (palavra exacta) um newbie no Linux.

    Rollerball - The world most dangerous game !
    deves ter andado por sitios errados... (Pontos:1)
    por Jynx em 19-03-02 12:32 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.frenetik.net
    A comunidade Linux ao contrário do que possas pensar é um comunidade muito amigável, na verdade não sei por onde é que andas-te para ficares com essa impressão, até hoje sempre que tive um problema e perguntei houve sempre alguém que ajudou, conheço alguns que tem atitude que falas-te e que passado 3 meses, vem te atirar á cara, que te ajudaram esses são os "palhaços" da comunidade linux, mas existe uma comunidade amigável e que está disposta sempre ajudar :)

    Exprimenta a passar em :

    www.gildot.org
    #linuxhelp@ptnet
    Mailing list da www.linux.pt

    Na Ptnet se precisares e se eu souber, /msg Jynx, não prometo que saiba, mas prometo que tentarei ajudar... :)

    So long :)

    Jynx

    Re:deves ter andado por sitios errados... (Pontos:2)
    por Gamito em 19-03-02 13:13 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://gamito.freezope.org/
    Podes crer...
    Vou só dar um exemplo como poderia dar outros: em tempos administrei uma rede com Samba e clientes Windows e Macintosh.
    Acontece que os ficheiros que tivessem caracteres acentuados no nome criados em Mac não eram lidos pelo Windows e vice-versa.

    Depois de muita procura na web, lá cheguei a um suíço qualquer que teve o mesmo problema e mandou-me um patch por mail.

    Resolveu-me um problema que na altura era muito importante.

    Mário Gamito
    Falta de paciência (Pontos:2, Interessante)
    por mlemos em 19-03-02 12:41 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/

    Penso que o problema não é do Linux em particular, mas sim da informática em geral. O que acontece é que muitas pessoas preferem perguntar sempre a quem pensam que sabe, mesmo coisas simples, em vez de se esforçarem e procurarem na literatura que no caso do Linux até é abundante e gratuita.

    O pior são aqueles que querem tudo atrás da porta como se o mundo tivesse obrigação dos ajudar rapidamente e de graça.

    Claro que depois de muito perguntarem coisas básicas, é normal que levem um RTFM (Read The Fine Manual :-) ).

    Só um exemplo: há alguns anos criei esta lista de PHP para quem fala português. À lista hoje tem cerca de 1800 inscritos e está lotada de básicos a fazer perguntas que seriam mais rapidamente respondidas se se dessem ao trabalho de procurar no manual PHP, que até existe em português.

    Com o tempo, o pessoal mais experiente foi deixando a lista devido ao baixo valor do seu conteúdo e aumento do volume de mensagens apenas sobre assuntos demasiado básicos.

    Para evitar perder a participação de pessoas com maior nível de conhecimento, foi criada uma lista chamada PHP-especialistas. A ideia é ser uma lista de último recurso onde apenas é permitido que sejam colocadas perguntas de resposta não trivial. Quem abusa da lista e não cumpre as regras, é posto sob moderação manual. É uma chatice, mas é um controlo necessário para evitar que o pessoal de maior conhecimento saia desta lista também. Porém, há sempre abusadores e refilões a abusar desta lista também que acabam por ser colocados sob moderação manual.

    Resumindo, acho que estás a reclamar de barriga cheia. Acho muito mais fácil encontrar ajuda para resolver problemas de Linux do que de Windows, não só porque a documentação de auxílio hoje em dia é abundante, mas porque o nível de conhecimento médio do pessoal do Linux é superior. Aliás, muitos utilizadores de Windows, se soubessem um pouco mais, acabariam por preferir Linux a Windows, depende dos seus propósitos.


    Re:Falta de paciência (Pontos:2, Engraçado)
    por racme em 19-03-02 13:50 GMT (#13)
    (Utilizador Info)

    "Da Deus nozes a quem nao tem dentes!"

    Se pudesse davate todos os meus pontos de moderação!!!
    se tivesse dentes, claro! ;)


    Para almas menos iluminadas! (Pontos:2)
    por nmarques em 19-03-02 12:45 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Claro, para os menos iluminados tens sempre a Certificacao da Red Hat :). Ja desenvolves bastante as tuas capicidades e know how com uma certificao dessas :)... Ha sempre opcoes!

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Re:Para almas menos iluminadas! (Pontos:2)
    por nmarques em 19-03-02 12:49 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Mas esqueci-me de indicar uma coisa, muito do que sei, aprendi com pessoas que frequentam estes foruns, entre eles, Spyder, _Mordor_, FatZU e mais alguns... A unica diferenca e' que em vez de me dar a papinha feita como todos voces estao habituados e querem, indicaram onde procurar documentacao, e so responderam a perguntas concretas e ajudarem no sentido de auto-didacta, coisa que pessoas com o teu tipo de comportamento nao teem... Normalmente preferem, toma la o file, altera e passa para ca...!... Meu caro... Vais longe!.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    É triste (Pontos:1)
    por racme em 19-03-02 13:56 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    É triste para mim ver que certas mentes que (felizmente) têm uma grande facilidade de aprendizagem e de manuseamento do sistema não consigam "rebaixar-se" para ajudar os outros... os simples mortais que como eu apenas usam os computadores para aquilo que necessitam, e não fazem deles nem trabalho nem objecto de investigações.

    Nao, é triste é ver pessoas que nao merecem, terem tao grandes poderes nas suas maos!

    O q me custa é ver na comunidade Linux, Elitismo nao por sabedoria e de muito coçar a mona a ler os fking manuais, mas sim por terem contactos com pessoas influentes no meio.

    O trabalho q dispendem a cuidar dessas relacoes e da forma como as mantem, seria muito mais util se aplicado a ler os RTFM!!

    Facilitismo na Comunindade Linux!
    O q vira a seguir!?
    Re:É triste (Pontos:2)
    por Gimp em 19-03-02 14:23 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Nao, é triste é ver pessoas que nao merecem, terem tao grandes poderes nas suas maos!

    Uh? que afirmação mais estranha...

    O q me custa é ver na comunidade Linux, Elitismo nao por sabedoria e de muito coçar a mona a ler os fking manuais, mas sim por terem contactos com pessoas influentes no meio.

    Haverá casos em que alguns sabem alguma coisa porque alguém lhes disse como o fazer, mas se não evoluem também levam com um RTFM...No pouco que sei, procuro dar o apoio possível numa lista do software que utlizo e meu amigo, quando alguém põe uma questão feita UM MILHÃO DE VEZES às vezes a paciência esgota-se. Há que ser inteligente, se é feita uma leitura prévia do FM as perguntas até desaparecem. E a leitura do FM até ajuda na qualidade da pergunta e feedback de e para quem ajuda. Procuro ser paciente, mas nunca dou a papa toda e procuro fornecer o máxmo de links. É como aquela máxima "não dês o peixe, ensina a pescar" ou coisa parecida. Abraço.


    "No comments"

    Re:É triste (Pontos:1)
    por racme em 19-03-02 14:54 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    nem mais

    Refiro isso aqui

    quanto a afirmacao,
    podes interpretar como
    ...terem tao grandes poderes nas pontas dos dedos.
    alusao as hierarquias e fluxo de poder!

    Antigamente pra o banires alguem tinhas de o queimar numa cruz no meio da praca central,
    agora podes fazer o mesmo carregando no botao esquerdo do rato ;)
    (ou direito se nao fores dextro)

    Nao me refiro aos mods do GIL, atencao ;)
    Re:É triste (Pontos:1)
    por racme em 19-03-02 14:56 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    PLICAS nao funcam no gil!
    Conversa (Pontos:2, Esclarecedor)
    por Anonimo Cobarde em 19-03-02 15:14 GMT (#19)
    Eu ajudo regularmente num site nacional sobre TI, e também num canal de IRC.

    Algumas coisas que convém notar:

    • Os newbies pensam que há obrigação de serem ajudados. Se alguém não ajuda, fazem fita, insultam as pessoas, etc.


    • Os newbies não procuram as respostas. Atirando percentagens para o ar, poderia dizer que mais de 80% das perguntas que respondo estão explicadas no manual - dúvidas sobre sintaxes, comandos, etc. Outros 15% já foram respondidas anteriormente no fórum ou até já existe um artigo explicativo no mesmo sobre o assunto (questões que envolvam algoritmia - como fazer x).


    • A maior parte dos newbies são verdes em informática. Cada vez mais verdes. Querem programar para a Web sem terem noção do que é um Webserver/httpd. Querem fazer um jogo, sem aprenderem antes o que é um ciclo. E o pior é que não as tentam aprender, querem logo começar a programar - é justo. Mas também é justo que eu não queira responder a alguém que faz uma pergunta sobre uma coisa que essa pessoa já devia saber. Quando eu comecei a aprender a programar já tinha umas bases valentes de informática, porque me interessava pelo assunto, actualmente as pessoas parece que mal compram a sua primeira máquina, já querem ser programadores, antes de saberem trabalhar minimamente com o computador.


    • As pessoas são mal educadas. Num dia pedem ajuda, no outro já estão a ofender quem os ajudou, só porque não ajuda de novo.


    Ainda esta semana, alguém abriu um PVT comigo no IRC e pediu-me para "lhe fazer" uma coisa.
    Eu indiquei um URL onde já tinha explicado como fazer, e a pessoa mesmo assim queria que eu lhe fizesse aquilo. Não há paciência para isto.

    O que noto na maior parte das pessoas é que pensam que "quem tem experiência sabe porque já fez", ainda não perceberam que não há uma solução única para os problemas e que as soluções são pensadas e não estão num livro (ok, algumas até estão) que os "Gurus" têm na prateleira ou na cabecinha. Não o percebem porque entram na informática "de cabeça", com pressas, sem ter os cuidados de ir apanhando as bases e pensando nelas.

    Este problema deve ser resultado do nosso sistema de ensino, onde ninguém é incentivado a pesquisar informação e a pensar, mas sim a perguntar tudo ao professor ou a decorar.

    Depois disto tudo só tenho a dizer que dispenso quaisquer comentários a dizer que "a comunidade não ajuda". Há pessoas que ajudam, mas também há pessoas que não merecem ser ajudadas, e eu reservo o direito de escolher quem, como e quando ajudo.

    Re:Conversa (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 19-03-02 16:21 GMT (#20)
    Complemento do meu comentário anterior:
      Os newbies não procuram as respostas. Atirando percentagens para o ar, poderia dizer que mais de 80% das perguntas que respondo estão explicadas no manual - dúvidas sobre sintaxes, comandos, etc. Outros 15% já foram respondidas anteriormente no fórum ou até já existe um artigo explicativo no mesmo sobre o assunto (questões que envolvam algoritmia - como fazer x).
    Antes que digam que não sei fazer contas (não é que saiba fazer grandes contas, mas ainda sei somar :)), os restantes 5% são as dúvidas "espertas", aquelas que não se encontram respostas facilmente no manual ou num tutorial ou documento algures. Aquelas que até dá gosto pensar no problema para ajudar a resolver o mesmo.
    Re:Conversa (Pontos:1)
    por RaTao em 19-03-02 21:50 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Lindo post! subscrevo a 100%

    ...e de um anónimo cobarde .oO(wow)

    regista-te!!! assim os posts aparecem a (quase) toda a gente! ;)

    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    Newsgroups são uma das melhores fontes de ajuda (Pontos:2)
    por Astrónomo em 19-03-02 21:20 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Não gosto de mailing-lists: enchem-me a mailbox com mails que a maior parte das vezes nem tenho disponibilidade para ler.
    IRC é um lodaçal de putos, normalmente. Para além de que necessitas de estar, em tempo real, com atenção ao que se está a passar para o meio ser realmente útil.
    Prefiro ir buscar só as mensagens que quero, e quando quero. E neste aspecto, não há nada ainda melhor do que os velhos newsgroups.
    Em português, tens o pt.comp.so.linux. Internacionais, há dezenas. O groups.google.com é um arquivo precioso. Qualquer dúvida que tenha, a probabilidade de encontrar lá a resposta é elevada.
    Software de leitura de news?
    Em Linux há o excelente KNode. Em Windows, o melhor é o Forté Agent, mas o Netscape/Mozilla são, também, muito porreiros.
    Re:Newsgroups são uma das melhores fontes de ajuda (Pontos:2)
    por MavicX em 19-03-02 21:42 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    newsgroups nunca tem nada de novo, mas tems razão quando falas no google é mesmo a melhor ferramenta, não só permite procurar em arquivos de mailing lists como de news groups e webforuns. Está lá tudo só custa encontrar.

    Pedro Esteves

    Re:Newsgroups são uma das melhores fontes de ajuda (Pontos:2)
    por Astrónomo em 19-03-02 22:59 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    newsgroups nunca tem nada de novo

    Pois eu já aprendi mais nos newsgroups do que em todos os restantes tipos de fóruns somados.
    E se não são tão bons quanto desejaríamos, nada melhor do que contribuir enviando um artigo por semana para lá, ou respondendo a dúvidas de outros utilizadores. Vai ao pt.comp.so.linux agora, aquilo está porreiro.
    Respondendo... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 20-03-02 1:08 GMT (#29)
    (Utilizador Info)

    Já há comentários bastante interessantes, mas respondendo a uma parte da questão...

    Depois ainda perguntam "como é possível alguém usar o winXP e não o RH ou Suse ou lá o quer for"... É simples: se tiver uma dúvida em Win, com dois ou três cliques (na sua generalidade) resolvo-o,

    Ahem... desculpa, mas deves viver noutro mundo. A experiência que eu tenho (tanto minha como de colegas no trabalho, alguns deles MCSEs) é que em Windows os problemas são "misteriosos" - as coisas não funcionam "as advertised", o software de vez em quando pendura de formas nunca vistas antes (e não reproduzíveis), alguns problemas resolvem-se com downgrades de versões, a ordem de instalação de pacotes (que não mencionam qualquer interdependência na documentação) determina se as coisas ficam ou não a funcionar... e pedir ajuda (seja à MS ou no IRC) dá uma de 3 respostas: 1) reinstale, 2) reformate e reinstale o Windows, ou 3) espere pelo service pack / compre a próxima versão.

    E não me venham dizer que se pedirem ajuda para um problema de Windows no IRC, as pessoas são mais simpáticas e educadas. :)

    enquanto se tiver um problema em Linux, basta-me postar qualquer coisa e levar com uma série de flames

    "Toda a raça e toda a nação tem os seus heróis e os seus ratos". Pelos vistos, também os sistemas operativos. O facto de teres apanhado com idiotas que usam Linux não é representativo dos típicos utilizadores de Linux.

    em cima ou então ler um pequeno manual ou How-To, na sua generalidade muito elucidativos.

    Aqui, fazem bem. Quem faz uma pergunta sobre um comando cuja resposta vem no "man comando", é como se estivesse a dizer "sim, eu podia ir ver, mas prefiro que outros tenham o trabalho por mim... sou importante demais".

    Dar um peixe ou ensinar a pescar? You tell me...


    "We have no choice! Our Communist overlords will slay us if we fail in our mission!"
    - A chinese military officer, "Tales of Suspense" #50, 1964

    .pt != rest of the world (Pontos:1)
    por techn0id em 21-03-02 0:42 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Infelizmente, do meu ponto de vista, isto parece-me ser novamente um problema ca' do burgo. E digo isto tambem por alguma experiencia propria. A ideia generalizada que tenho destas situacoes no que se refere a Portugal e' muito diferente de outros ambientes. Pegando no exemplo do IRC (curiosamente muito se critica o irc mas e' cada vez mais usado de uma forma seria) vejo muita gente no nosso pais com um ego que nunca mais acaba, esse pseudo-proto-l33ts que por ai' pululam a dizer que tem mas nao vendem. Os fanaticos com a mania que sao bons, que sao muito ocupados, com muitos projectos, yada yada yada... e os resultados? Que e' deles? Essas teams todas de so-called hackers que nao passem de scr1pt kiddies, fora raras excepcoes (e quem esta' de consciencia traquila percebera' quem e') sao o cancro do desenvolvimento tecnologico do nosso país.

    Em contraste, conheco por um exemplo um Linux kernel hacker que da' pelo nome de Dave Jones, um rapaz gales que tem a seu cargo uma tree independente e importante para o desenvolvimento do kernel, o que aumenta exponencialmente a sua responsabilidade. Fico absolutamente espantado com a disponibilidade que o dude demonstra sempre que falamos. E isto vale para ele como para a esmagadora maioria de pessoas que frequentam a Open Projects Network. Sao pessoas com mentalidades abertas, que percebem claramente que o desenvolvimento so' se atinge com a partilha do conhecimento e que nao estao de todo corrompidas pelo ego desmesurado que por ca' se cultiva. Mas enfim, nem vale a pena dizer mal, os resultados estao ah vista.

    Hackers build things, crackers destroy them. So there.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]