C#
Contribuído por nuno em 26-06-00 20:42
do departamento c++-e-java-ainda-não-chega
Microsoft A Microsoft disponibilizou hoje documentação acerca da "nova" linguagem que "criaram" no âmbito da *visão* .net. O primeiro compilador para esta linguagem irá ser disponibilizado na próxima versão do Visual$tudio. Falta agora é saber se é "multi-plataforma", quando vamos ter o gc# ;) e, a parte mais importante, porquê que precisamos dela. (slashdot) [exemplo no desenvolvimento]
C#

using System; class Class1 { public int Value = 0; } class Test { static void Main() { int val1 = 0; int val2 = val1; val2 = 123; Class1 ref1 = new Class1(); Class1 ref2 = ref1; ref2.Value = 123; Console.WriteLine("Values: {0}, {1}", val1, val2); Console.WriteLine("Refs: {0}, {1}", ref1.Value, ref2.Value); } }


Mas não podiam faltar os ponteiros^H^H^H^H^H^H^H^H^H... delegates:

delegate void SimpleDelegate(); class Test { static void F() { System.Console.WriteLine("Test.F"); } static void Main() { SimpleDelegate d = new SimpleDelegate(F); d(); } }


De reparar que qualquer objecto em C# é um objecto COM (lembram-se do ActiveX ?).

Guerra de Processadores ! | Palm MP3  >

 
gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • gildot
  • documentação
  • *visão* .net
  • slashdot
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por nuno
  • "C#" | Login/Criar uma conta | 31 comentários | Procurar na discussão
    Filtro:
    ATENÇÃO: Os comentários são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
    C# nas escolas (Pontos:1)
    por dINAMItE em 26-06-00 21:54 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://utilves.com/ptadmin
    Parece q já estou a ver, hoje em dia aprende-se Pascal no 10º, C++ no 11º e VB no 12º, por este andar a M$ ainda vai conseguir acordos com o Ministério pra se ensinar C# ;)
    Afinal esta nova linguagem tá virada prá net, a nova paixão do governo...
    [ Responder | Pai ]
    C# nas escolas ?? Hope not (Pontos:1)
    por Ludos em 26-06-00 22:12 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Boa esta ano apredi Pascal ( 10º ano ) po ano eh C++ ( 11º ano ) no 12º ano aprendo VisualBasic ...... por este andar devo apnhar com o 13º ano i uma shit dessas c# ........ :\
    [ Responder | Pai ]
    O VERDADEIRO NOME DO C# (Pontos:1)
    por coringa em 27-06-00 14:57 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    O # em ingles é rash, logo a nova linguagem é C+RASH ( CRASH ). Ela não tem vergonha mesmo....
    [ Responder | Pai ]
    Re:C# nas escolas (Pontos:2)
    por mazevedo em 28-06-00 0:17 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://mazevedo.welcome.to
    Não é preciso andar muito...
    Vais a qq Universidade e ainda te dão aulas em PSEUDOCÓDIGO que mais parece FORTRAN... Não tenho nada contra o PSEUDOCÓDIGO como método de entender certos algoritmos, o que tenho contra é não ter uma uniformização...
    Quanto ao facto da MS conseguir acordos... dINAMItE, tens razão... Para o nosso governo, COMPUTADORES significa MICROSOFT... E não só para o governo, veja-se o Multibanco ( Windows NT 4.0 Single Processor (Service Pack 4)), a TVCabo (no canal de apresentação da programação - Windows NT 4.0 Single Processor (Service Pack 3) - e têm uma controladora SCSI AHA-2940 - Nem imaginem o meu espanto às 3 da manhã a fazer zapping quando dou com aquele écran... estava literalmente a fazer BOOT)
    Vivemos na M$ age... Queiramos ou não, nós devemos a ter a capacidade de mostrar aos outros que as belas máquinas que possuem fazem muito mais que correr o Windows...
    Cumprimentos,
    ----
    //\anuel /|zevedo
    [ Responder | Pai ]
    # ? (Pontos:1)
    por chbm em 26-06-00 22:20 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    Se pegarmos em ++ e lhes dermos umas marteladas, de modo a encavalitar um bocadinho as coisas e por tudo mais confuso chegamos a #.

    As linguagens inventadas por departamentos de marketing são de facto interessantes.
    [ Responder | Pai ]
    Ensino (Pontos:2, Interessante)
    por Gamito em 26-06-00 23:43 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    Esta história da informática e do nosso ensino até tinha graça, se não fosse tão trágica, num país em que o PM não distingue um @ de uma co-incineradora.
    Vou contar-vos dois diálogos verídicos que há tempos tive com dois miúdos do liceu. Um do 10ª ano e outro do 11ª, salvo erro. Pormenor importante: ambos eram alunos da área de informática.

    Diálogo 1:
    Eu:
    Então? Tu estudas UNIX nas tuas disciplinas?
    Aluno 1: Sim. [Menos mal, pensei eu]
    Eu: E que UNIX é que têm lá na vossa escola?
    Aluno 1: Nenhum.
    Eu: ???
    Aluno 1: A nossa professora diz que os UNIXes são muito caros e a escola não tem dinheiro para comprar nenhum. [Pasme-se]
    Eu: Então como é que são as vossas aulas?
    Aluno 1: A professora passa os comandos no quadro e "o que eles fazem" e a gente copia para o caderno e decora-os para o teste.

    Diálogo 2:
    Aluno 2: Hoje ainda tenho que ir estudar C. Ganda seca.
    Eu: "Ganda seca", porquê?
    Aluno 2: Porque não percebo nada daquilo e além disso, já ninguém o usa.
    Eu: Então, em que linguagem é que tu julgas que se faz o software hoje em dia?
    Aluno 2: Em Visual basic.

    Abstenho-me de fazer comentários.

    Cumprimentos,
    Mário Gamito
    [ Responder | Pai ]
    Re:Ensino (Pontos:2)
    por chbm em 27-06-00 9:28 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    A razão é simples. A maior parte dos professores de "Informática" do ensino secundário (e de alguns cursos do ensino superior) são professores de Português ou História "reciclados".
    Debitam "Informática" com a convicção de um bom aluno que estudou muito bem a lição na Encarta e por isso ficou a saber que o UNIX é um sistema histórico, antigo e caro, que corre em grandes "mainframes" antigas e caras e que não tem nada a ver com a revolução da microinformática.
    [ Responder | Pai ]
    Re:Ensino (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 27-06-00 12:00 GMT (#11)
    Parece Mentrira mas e assim. No Secundario n se apreende nada de jeito (fala quem por la ja passou) alem de uma educacao muito baseada em PC-M$, e as unicas coisas de jeito k se da tipo Unix e Redes o ppl apreende por apontamentos, tipo decorar os comandos e cenas do genero porque simplemeste alguem se eskeceu k n existem Unixes e outro material gratis. O Minis. da Educacao em vex de comprar Lincesas M$ e cosias do Generos desse makinas jeito com software livre ( por ex?.os compiladores e ferramentas e IDE's) talvez os muidos dos secudario aprrende-sem alguma coisa. JsBe: Aluno Univ. k tirou o curso tec de inf no secudario
    [ Responder | Pai ]
    MSeness (Pontos:1)
    por z0mbi3 em 27-06-00 1:20 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Sem querer comecar uma mega-flame-war...
    Pq e que tudo o que sai dos laboratorios de Redmond e sempre ma ideia ?
    Nao tou a ver nenhum problema em eles inventarem uma linguagem nova...qualquer pessoa que queira pode inventar uma linguagem nova se nao se sentir satisfeita com as linguagens existentes, ou nao e ?
    Tenho a impressao que quando alguem se lembrou de lancar o C++ devem ter pensado "Oh nao ...temos o C para que e que queremos o C++ ?" ou entao quando saiu o Java "Epa...ja temos o C++ que e tao bom para os objectos...para que isto ? E ainda para mais a correr em tudo quanto e sitio !".
    Se o C# realmente valer a pena ha-de haver gente muita gente a usa-lo...
    Ja agora...visto que aparentemente o VB nao vale a pena...quantas pessoas e que aqui usam (ou usaram) VB e quantas e que nunca o usaram ? (hum...nice poll)
    Ja agora, digo-vos que o VB nao e o bicho que voces o pintam....e se calhar so o pintam assim porque nao corre em linux...
    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:1)
    por kossak em 27-06-00 9:54 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.hackers-pt.org/kossak
    Se calhar e' a impressao que toda a gente tem (incluindo eu) que a microsoft nao e' digna de standards. E nao e', toda a gente sabe que a microsoft so' quebra standards. Pq raio e' que a implementacao de kerberos deles nao opera com outros sistemas? de certeza que nao foi sem querer. Dai que ninguem se de ao trabalho de seguir os "pseudo-standards" da microsoft, pq simplesmente existe melhor.
    Pra que usar VB quando existe javascript? Nao sei, nunca usei VB, mas nao tou a ver sentido em implementar um compilador/interpretador em unix...
    E pra que usar C# quando se tem C++ ou java? Pra que ASP quando se tem python ou perl? A microsoft nem consegue ser idiota, pq nao tem ideias. Espero que desistam destas burrices irritantes de andar contra os standards que so' prejudica o mundo da informatica. Com o 2000 jah suportam ipsec, pode ser um comeco, nao sei.

    Alias C#... se repararem no # com atencao sao dois +'s encavalitados um no outro... :)

    cya,
    kossak
    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:1)
    por Gamito em 27-06-00 10:56 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    Pois, standards ninguém os respeita, nem mesmo quem se compromete com eles. A Microsoft é tudo, menos parva e a estratégia deles é clara. Veja-se o exemplo de que falaste do javascript:
    Eles têm o VB, mas entretanto fizeram o jscript, que é a implementação javascript deles. Fizeram-no um tudo-nada- incompatível-q.b. com algumas das característcicas do javascript e adicionaram-lhe algumas de moto próprio. E, de um ponto de vista cínico, é assim que se dá cabo do adversário, e não propondo os tais pseudo-standards de raíz em que ninguém pega.

    De qualquer modo, às vezes no meio de tudo, lá sai uma coisa em condições. Eu faço trabalho de web design e de momento a minha experiência é a de que passo (bastante) mais tempo para pôr o que quero a funcionar como deve ser, em NS do que em IE5. E se faço questão de me dar a esse trabalho, por iniciativa própria - e muitas vezes com os prazos a apertarem - a maior parte do resto do pessoal, olha para as estatísticas dos browswers e prefere desenvolver só para IE.

    Por exemplo, o IE5 porta-se muito melhor do que o NS 4.x em HTML. Experimente-se começar a fazer uma coisa mais elaborada com tabelas e depois de já estar ao tempo a funcionar como deve ser (e respeitando o HTML) em IE5, ainda se tem que suar muito em NS.
    Dois exemplos: a instrução HEIGHT - que não é HTML standard, mas que ambos os browsers conhecem - daria muito jeito, mas enquanto o IE5 a respeita, o NS prefere ignorá-la e se no IE5 para se ajustar uma tabela a qualquer resolução de monitor basta colocar uma célula pelo meio com WIDTH=100%, no NS é uma carga de trabalhos.

    O que vale é que as coisas boas são poucas. Servem só para confirmar a regra :-)

    Cumprimentos,
    Mário Gamito
    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:1)
    por jmce em 28-06-00 11:40 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://artenumerica.com/

    Se HEIGHT nao e' standard, why should Netscape care?

    Quanto `a tabela, nao resulta <table width="100%" ...> ?

    Os browsers mais chatos sao sempre os que raramente usamos... especialmente se fazemos demasiado fine tuning a olhar para os que usamos.

    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 27-06-00 11:32 GMT (#10)
    >Alias C#... se repararem no # com atencao sao dois +'s encavalitados um no outro... :)

    Deja Vu !
    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 27-06-00 15:06 GMT (#16)
    >Pra que usar VB quando existe javascript?
    como é que é essa ?
    já dá para desenvolver em javascript programas executáveis que acedem a bases de dados, ficheiros, e sockets ?

    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:1)
    por z0mbi3 em 27-06-00 18:03 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    ele devia querer dizer VBScript....
    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:1)
    por 16384 em 27-06-00 11:15 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Eu uso VB no trabalho. Não é tão mau como alguns o pintam, mas é preciso compreender as suas limitações.

    • Não é multiplataforma
    • No decurso de um ano e tal a desenvolver uma aplicação tamanho médio/grande (~10000 linhas) encontrei 5 bugs no VB, 2 dos quais não documentados.
    • A frase "DLL Hell" diz-vos alguma coisa?

    Outra grande limitação que não é do VB mas que costuma andar associada a este é o Access. O Access é uma base de dados só um pouco acima de categoria de brinquedo. Felizmente no meu caso não tenho mais do que um utilizador a aceder à mesma base de dados Access e mesmo assim...

    VB sim, mas não para aplicações mission critical (pelo menos nada mission critical em Access)

    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:2)
    por mazevedo em 28-06-00 0:47 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://mazevedo.welcome.to
    O problema do VB é que está tão enraizado nas APIs do Windows que é completamente indissociável do sistema...
    Algumas regras da programação (espero não estar a dar novidade nenhuma a ninguém...):
    * Portabilidade - Um programa tem de ser facilmente transportável de máquina para máquina com poucas alterações... Isso é possível em C e C++, Pascal, etc... utilizando directivas de compilador (ou às vezes nem isso...)
    * Modularidade - Um programa deve ser modular, de forma uma pequena alteração numa pequena parte não afecte o todo. O programa deve ser programado em pequenos blocos, de execução eficaz, apoiar blocos maiores nesses mais pequenos, e assim sucessivamente...
    * Coerência - Um programa não deve ter variáveis não definidas. O seu uso é extremamente desaconselhado, pelo facto de ocupar memória desnecessária, reduzir o desempenho e limitar a acção de debuging.
    Isto são regras que a M$ sistematicamente se recusa a aceitar... A velha máxima do Gates "Our goal in 1980 was to bring a computer to every home [...] easy to use..." - foi a mesma que levou que os sistemas Windows (os da série 9x) ainda tenham os 640k de memória principal...
    Não esqueçamos... Standards IMPOSTOS, não são os melhores. Vejam o PDF da Adobe. Existiam muitos, entre eles o Envoy, mas foi o PDF que ganhou... Isto, porque não foi imposto pela Adobe. Não! Foi pelo facto de a indústria se ter movido na direcção do PDF... E nada nos diz, que se algo melhor aparecer, o PDF seja destronado como documento digital... O ponto é: NÃO SE DEVEM IMPINGIR STANDARDS. E vejam bem: A única a ganhar com o C# é Microsoft. Só existe na sua plataforma, para a sua plataforma, e vai, de certa maneira (não se esqueçam que vão começar a aparecer objectos do Windows que só funcionam em C#), vai obrigar a industria a mover-se para o C#, desta forma, retirando toda e qq força às linguagens clássicas...
    Cumprimentos,
    ----
    //\anuel /|zevedo
    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:1)
    por dINAMItE em 28-06-00 10:00 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://utilves.com/ptadmin
    Já parecias o meu prof de Aplicações Informáticas a dar Engª de Sistema (como é q se dá matéria intitulada de Engenharia no secundário??).
    [ Responder | Pai ]
    Re:MSeness (Pontos:1)
    por BlueNote em 27-06-00 14:42 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Acho que o que dizes parte de um imbróglio essencial: de que se fala quando se fala em "programar".

    1) Programar como desenvolver software (complexo, desde processadores de texto a bases de dados e bibliotecas de programação e componentes)

    2) Programar para desenvolver uma aplicação que pode ser feita á custa de "tudo o que já existe" tipo interface para um leitor de cartões magnéticos e outras coisas do género.

    Quando se fala de (1) não há ninguém (de juízo, entenda-se) que se meta a fazer disso em algo como o VB ou o javascript ou labview...

    Quando se fala de (2) isso pode ser feito nas chamadas ferramentas de desenvolvimento rápido como VB, delphi, labwindows/cvi e labview. Normalmente isso permite desenvolver rapidamente interfaces gráficas e programas que não têm nenhum tipo de valor acrescentado -- afinal, quantas vezes é preciso inventar como se faz um menu ou como se comunica em rs232??

    Neste tipo de tarefas, quem pensa que VB é bom é porque nunca experimentou delphi ou labwindows/cvi...

    Para tarefas de tipo (1) não há nada, nada que chegue aos pés do C... C++ incluído... mas isso é outra "guerra santa"... é melhor não entrar por aí...


    [ Responder | Pai ]
    Kylix (Pontos:1)
    por Beto Maozinhas em 27-06-00 14:54 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.netrabo.pt
    Ja agora, digo-vos que o VB nao e o bicho que voces o pintam....e se calhar so o pintam assim porque nao corre em linux..

    toma la´ um kinder surpresa :) de nome Kylix


    [ Responder | Pai ]
    C# = UnObjective C (Pontos:1)
    por raxx7 em 27-06-00 15:02 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Não gosto.
    Afinal, para que é que aquilo serve? Para dar dores de cabeça ao pessoal? Axo que cria mais problemas do que os que pretende resolver.
    Se forem sensiveis, não leiam o que vem a sequir...

    Garbage collection relieves the programmer of the burden of manual memory management

    Variables in C# are automatically initialized by the environment

    Alguém disse Java? Só que é pior e só funciona em ambientes M$!
    Pessoalmente, este tipo de aproximação à programação é inútil. Entendo a necessidade de diminuir o tempo de desenvolvimento e os erros que se comentem com C/C++, mas esses problemas advém directamente da sua expressividade no campo de interacção com a plataforma. Linguagens para a web, ok, mas não tentem fazer milagres (que é o que a M$ aqui tenta fazer) porque acabam com pesadelos (especialidade da M$).

    # Eu um dia destes arranjo uma assinatura decente
    [ Responder | Pai ]
    C#, Linguagens a mais? (Pontos:1)
    por |The-Crow| em 27-06-00 17:25 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.impulsive.org
    Não sei se estão de acordo, mas não acham que há linguagens de programação a mais?
    Acho que foi em 1969 aquela crise do software, em que o software vinha com erros e atrasado, devido à complexidade dos sistemas operativos e ao elevado número de linguagens de programação. (Isto dá-se no 12º, pelo menos eu dei :)

    Agora a Micro$oft parece querer voltar aos old-times, pegou no C++ deu-lhe umas marteladas e pimba C#, muita fixe, devia ser o C$ mas isso dava muita cana :)
    Temos o C++ e o Java, para quê o C# ?
    Temos o PERL e o python, para quê ASP ?
    Eu digo para quê, para a Micro$oft ganhar mais uns trocos, sim, pois o ensino em Portugal é todo MStyle, logo C# vai ser de certeza incluido nos programas, e logo a Micro$oft vai ganhar guito em licenças e não só.
    Enfim, siga... vamos lá ver esse C# ...


    ~ |The-Crow|
    [ Responder | Pai ]
    linguagens a mais ? (Pontos:1)
    por z0mbi3 em 27-06-00 21:02 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Hum...nao me parece que o argumento de haver linguagens a mais seja valido....
    Cada um usa a linguagem que quer....ou nao e ?
    quem quiser usar o C# usa C# quem quer usar ASM, usa ASM, quem quer usar shell script (se se considerar linguagem) usa-o....ja agora...agora que ta toda a gente a falar do python...porque python ?
    Nao temos o C++ ? Nao temos o PERL ?
    Oh well....off to see one more Futurama :)
    [ Responder | Pai ]
    Re:linguagens a mais ? (Pontos:1)
    por zhp em 28-06-00 9:17 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://random.sh/zhp.html
    "Porquê python?"

    Pura e simplesmente, pq o python é uma linguagem de alto nível (uma VHLL) bastante "arrumadinha" (se é q me entendes), modular, fácil de aprender e usar. Eu pessoalmente prefiro o perl -- alias, pouco sei de python -- mas, espera aí, gostos são gostos.

    --JRS

    [ Responder | Pai ]
    Não me lixem com essas cenas do C# (Pontos:1)
    por CyberLord em 27-06-00 22:27 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Ok, eu já sei que quem usa Linux não gosta de MS. Eu por acaso uso Linux e gosto de MS (pois desenvolvo em Windows). Vamos ver uma coisa. Já existem demasiadas linguagens né? Óptimo, então para que é que os gajos andaram a criar estas linguagens todas? Não foi criado o BASIC há não sei quantos anos? Para quê mais? Não tinhamos computadores de cartões perfurados? Para quê agora com cdroms e essa tralha toda? Agora a sério. É assim, as cenas são criadas. Não gostam? Não usem. Agora lá porque não gostam as pessoas não podem criar é? Pá é simples. Não gostam não usam. Agora proibir de criar só porque são estes ou aqueles tenham paciência. O VB é mau. Ok, são opiniões. Enfim, I'm out porque já devem estar fartos de mim.
    [ Responder | Pai ]
    Mais Uma Linguagem é Bem-Vinda...... (Pontos:1)
    por Tuaregue em 27-06-00 23:40 GMT (#21)
    (Utilizador Info)

    OK é assim, eu sou um aluno do 12º ano de informática, e como já foi dito aqui e é verdade o Tecnológico de Informática é todo á base de Microsoft, mas enganem-se quem pensa que as escola têm todas as lincenças em dia, e eu faço um dasafio a quem quiser, que escolham 10 escolas de todo o país, e vou ver que pelo menos 5 não tem as licenças em dia, pelo menos como manda a lei.

    Os professores de informática do segundário são professores de História e Português reciclados, só os de ITI, porque os de informática mesmo são licensiados em Informática (Engenharia e Gestão, e poucos em Sistemas)a maioria deles nem um disquete sabem formatar, pq são engenheiros á boa maneira microsoft (só sabem usar o rato.

    Agora quanto ao C# é mais uma linguagem bem vinda, qt mais não seja para se fazer virus para infectar plantaformas microsoft, qt apareceu o VBscript tb não se disse o mesmo para que VBScript se existe melhor, pelo menos para fazer virus para infectar as plantaformas Microsoft não há melhor, por vamos ver se o C# vai tirar o lugar ao VBScript como criador de virus, e depois até pode ser uma coisa bem feita pq ás vezes a Microsoft até faz coisas bem feitas, podem ter bugs, mas são engraçadas, não me perguntem o quê mas faz, (pelo menos engenheiros em PT fazem, aqueles que só pensam que existe microsoft e que o rato é um interface de programação, e que pensam que o Linux ainda é uma coisa que mete medo, e que o Unix são as tais mainframes que custam muito dinheiro, mas pronto já fizeram alguma coisa)

    Que venha mais um linguagem para a gente se divertir a criar virus para "destruir" as plantaformas Microsoft e para aparecer-mos na TV como sendo os criadores de mais um maligno programa que anda a dar cabo dos computadores em todo o mundo, mas não dos que são basiados em Linux

    E pelo que parece em PT e no nosso governo nem tudo está perdido, e eu relembro as palavras do Sr Ministro Mariano Gago numa intervista que deu sobre o caso I LOVE YOU, que foram +/- assim "No nosso menistério não houve um ataque pq o nosso sistema não sabem interpretar o a linguagem deste virus", mais coisa menos coisas ou seja eles usam uma plantaforma basiada em Linux ou Unix. Por isso ainda nos resta uma esperança para banirmos a Microsoft do nosso sistema de ensino, só é pena é que nem todos seja assim, no Governo.

    E Volto a afirmar venhas lá ela por nós nos divertir-mos.


    [ Responder | Pai ]
    Re:Mais Uma Linguagem é Bem-Vinda...... (Pontos:2)
    por mazevedo em 28-06-00 0:09 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://mazevedo.welcome.to
    "Que venha mais um linguagem para a gente se divertir a criar virus para "destruir" as plantaformas Microsoft e para aparecer-mos na TV como sendo os criadores de mais um maligno programa que anda a dar cabo dos computadores em todo o mundo, mas não dos que são basiados em Linux"
    Isso é que era completamente desnecessário... Não acho que alguém se prova melhor que outrem fazendo pior (pareces da ETA ou do IRA)...
    Lê um bocado dos livros do Ghandi ou do Dalai-Lama...

    ----
    //\anuel /|zevedo
    [ Responder | Pai ]
    Re:Mais Uma Linguagem é Bem-Vinda...... (Pontos:1)
    por dINAMItE em 28-06-00 10:12 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://utilves.com/ptadmin
    Mais um Teenager com demasiado tempo livre.
    btw: conheces Mac??
    btw2: és um bom exemplo do sistema de ensino português, essa ortografia está excelente.
    [ Responder | Pai ]
    Re:Mais Uma Linguagem ... (versão portuguesa) (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 28-06-00 11:39 GMT (#28)
    Olha, para dar um pequeno contributo para a tua formação pessoal, tomei a liberdade de "traduzir" o teu texto para português. Desculpa lá, algumas partes quase não consegui. Cá vai: OK é assim, eu sou um aluno do 12º ano de Informática. Como já foi dito aqui e é verdade o Tecnológico de Informática é todo à base de Microsoft, mas engana-se quem pensa que as escola têm todas as licenças em dia, e eu faço um desafio a quem quiser: escolham 10 escolas de todo o país, e vão ver que pelo menos 5 não têm as licenças em dia, pelo menos como manda a lei. Os professores de informática do secundário são professores de História e Português reciclados, mas só os de ITI, porque os de informática mesmo são licenciados em Informática (Engenharia e Gestão, e poucos em Sistemas) a maioria deles nem uma disquete sabe formatar, porque são engenheiros à boa maneira Microsoft - só sabem usar o rato. Quanto ao C# é mais uma linguagem e é bem vinda, quanto mais não seja para se fazerem vírus para infectar plataformas Microsoft. Quando apareceu o VBscript também não se disse o mesmo? Para quê? Se o VBScript existe, melhor, pelo menos para fazer vírus para infectar as plataformas Microsoft não há melhor, por isso vamos ver se o C# vai tirar o lugar ao VBScript como ferramenta para criadores de vírus e depois até poderá ser uma coisa bem feita porque às vezes a Microsoft até faz coisas bem feitas, podem ter bugs, mas são engraçadas - não me perguntem o quê mas faz, (pelo menos engenheiros em PT fazem, daqueles que pensam que só existe a Microsoft e que o rato é um interface de programação e que pensam que o Linux ainda é uma coisa que mete medo e que o Unix são as tais mainframes que custam muito dinheiro, mas pronto já têm feito alguma coisa) Que venha mais uma linguagem para nós nos divertirmos a criar vírus para "destruir" as plataformas Microsoft e para aparecermos na TV como sendo os criadores de mais um maligno programa que anda a dar cabo dos computadores em todo o mundo, mas não dos que são baseados em Linux. Pelo que me parece, em PT e no nosso governo nem tudo está perdido, relembro as palavras do Sr Ministro Mariano Gago numa entrevista que deu sobre o caso I LOVE YOU, que foram +/- assim "No nosso ministério não houve um ataque porque o nosso sistema não sabe interpretar o a linguagem deste vírus", mais coisa menos coisa, ou seja, eles usam uma plataforma baseada em Linux ou Unix. Por isso ainda nos resta uma esperança para banirmos a Microsoft do nosso sistema de ensino, só é pena é que nem todos seja assim, no Governo. Volto a afirmar: venha lá ela para nós nos divertirmos. P.S. Em engenharia também é preciso saber escrever
    [ Responder | Pai ]
    Re:Mais Uma Linguagem ... (versão portuguesa) (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 28-06-00 11:40 GMT (#29)
    Olha, para dar um pequeno contributo para a tua formação pessoal, tomei a liberdade de "traduzir" o teu texto para português. Desculpa lá, algumas partes quase não consegui. Cá vai:

    OK é assim, eu sou um aluno do 12º ano de Informática. Como já foi dito aqui e é verdade o Tecnológico de Informática é todo à base de Microsoft, mas engana-se quem pensa que as escola têm
    todas as licenças em dia, e eu faço um desafio a quem quiser: escolham 10 escolas de todo o país, e
      vão ver que pelo menos 5 não têm as licenças em dia, pelo menos como manda a lei.

      Os professores de informática do secundário são professores de História e Português reciclados, mas só os de ITI, porque os de informática mesmo são licenciados em Informática (Engenharia e Gestão, e poucos em Sistemas) a maioria deles nem uma disquete sabe formatar, porque são engenheiros à boa maneira Microsoft - só sabem usar o rato.

    Quanto ao C# é mais uma linguagem e é bem vinda, quanto mais não seja para se fazerem vírus para infectar plataformas Microsoft. Quando apareceu o VBscript também não se disse o mesmo? Para quê? Se o VBScript existe, melhor, pelo menos para fazer vírus para infectar as plataformas Microsoft não há melhor, por isso vamos ver se o C# vai tirar o lugar ao VBScript como ferramenta para criadores de vírus e depois até poderá ser uma coisa bem feita porque às vezes a Microsoft até faz coisas bem feitas, podem ter bugs, mas são engraçadas - não me perguntem o quê mas faz, (pelo menos engenheiros em PT fazem, daqueles que pensam que só existe a Microsoft e que o rato é um interface de programação e que pensam que o Linux ainda é uma coisa que mete medo e que o Unix são as tais mainframes que custam muito dinheiro, mas pronto já têm feito alguma coisa)

    Que venha mais uma linguagem para nós nos divertirmos a criar vírus para "destruir" as plataformas Microsoft e para aparecermos na TV como sendo os criadores de mais um maligno programa que anda
    a dar cabo dos computadores em todo o mundo, mas não dos que são baseados em Linux.

    Pelo que me parece, em PT e no nosso governo nem tudo está perdido, relembro as palavras do Sr
    Ministro Mariano Gago numa entrevista que deu sobre o caso I LOVE YOU, que foram +/- assim "No
    nosso ministério não houve um ataque porque o nosso sistema não sabe interpretar o a linguagem deste
    vírus", mais coisa menos coisa, ou seja, eles usam uma plataforma baseada em Linux ou Unix. Por isso
    ainda nos resta uma esperança para banirmos a Microsoft do nosso sistema de ensino, só é pena é que
    nem todos seja assim, no Governo.

    Volto a afirmar: venha lá ela para nós nos divertirmos.

    P.S. Em engenharia também é preciso saber escrever
    [ Responder | Pai ]
    Re:Mais Uma Linguagem é Bem-Vinda...... (Pontos:1)
    por MacLeod em 29-06-00 1:12 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Para dizer que um licenciado em engenharia não sabe formatar uma diskete vê-se mesmo que de engenharia não sabes nada. And btw, get a speller!
    [ Responder | Pai ]